26/06/2013 10h54

Políticos, saúde e BR 158 estão na pauta das manifestações em Vila Rica

A manifestação de Vila Rica deve levar para as ruas da cidade a sociedade organizada.
Jornal da Noticia
com Eldorado.fm
Estudantes devem ser a maioria dos manifestantes. (Foto: Eldorado.fm)

Má qualidade dos serviços públicos, corrupção, abandono político e os graves problemas em saúde e educação, serão as pautas da manifestação que ocorre em Vila Rica na região Norte Araguaia neste dia 26 de junho.

Apesar de ter aderido mais tarde a onda de manifestos, a manifestação de Vila Rica deve levar para as ruas da cidade a sociedade organizada, através de instituições como o CDL, sindicatos, associações e a imprensa local juntamente com outras lideranças.

Estudantes devem ser a maioria dos manifestantes, em contato com o Jornal da Noticia, eles adiantaram que querem fazer várias cobranças políticas, inclusive do prefeito e dos vereadores locais, sobre propostas de campanha que ainda nem foram planejadas.

Vamos protestar contra a corrupção, disse uma estudante, outra afirmou que deve se manifestar sobre a homofobia, as bandeiras são muitas e tem gente que vai protestar até pelo descontentamento com a morosidade do judiciário.

Os políticos continuam sendo o alvo principal da região conhecida como Vale dos Esquecidos, usada como trampolim político pela maioria dos lideres de Mato Grosso, muitas vezes, sensacionalistas e por vezes covardes.

Outros temas devem povoar as manifestações locais, entre elas a falta de políticas publicas para a industria, o turismo, e um projeto para os jovens do Norte Araguaia pois eles merecem qualificação, emprego e renda, para terem um futuro garantido.

A falta de saúde publica é quase unanimidade entre os que participantes já que no município, como em todo o Norte Araguaia,a salvação na saúde publica é em Palmas, capital do Tocantins.

Outro grupo de manifestantes vai cobrar a solução para as obras inacabadas da BR 158 que corta a região e completaram agora 30 anos desde que se iniciaram – e ainda não foram concluídas.

Os manifestantes de um modo geral tem um mesmo sentimento sobre a região, “o Araguaia é uma terra que faz todos serem diferentes, porém, isso não significa que devemos ser excluídos”.

Alguns manifestantes também já estão fomentando a ideia de que não vai adiantar se manifestar e cobrar, e depois continuar votando em políticos viciados, “a gente ta querendo dar uma espécie de puxão de orelha na galera, porque todos estão animados pra protestar, mas nas eleições votam errados”, disse uma estudante.

A manifestação começa sua aglomeração às 17 horas da quarta feira, 26/06, na Praça Afonso Ligori e depois segue pelas principais vias da cidade, sendo finalizada em frente à prefeitura municipal. 

espalhe!

Veja também

© Copyright 2000-2013 - Rádio Comunitária Eldorado FM 87,9