14/06/2013 08h43 - Atualizado em 14/06/2013 08h48

Policial que tentou suicídio é afastado em Porto Alegre do Norte

O coordenador militar do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, coronel Wilson Batista, determinou o afastamento do cabo Polícia Militar de suas funções de segurança do Fórum da Comarca de Porto Alegre do Norte.

Só Notícias
A vítima está hospitalizada no Hospital de Confresa. (Foto: Rafael Trindade)

O coordenador militar do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, coronel Wilson Batista, determinou o afastamento do cabo Polícia Militar de suas funções de segurança do Fórum da Comarca de Porto Alegre do Norte. Há suspeitas de que o militar tenha tentado o suicídio nas dependências do Fórum, com um tiro na boca. A vítima está hospitalizada no Hospital de Confresa e, segundo o tenente Roy Benet Rodrigues de Souza, que está no local para apurar os fatos, o cabo não corre risco de morte.

De acordo com o tenente, depois de ferido, o cabo telefonou várias vezes para a Companhia de Policiamento de Porto Alegre do Norte. No entanto, como apenas murmurava, levantou suspeitas entre os colegas, que se dirigiram ao Fórum para ver o que estava acontecendo. Eles entraram no alojamento e encontraram o cabo PM ferido e muito sangue no chão. Como não podia falar, o cabo escreveu, em um pedaço de papel, que estava manuseando a arma e que ela disparou.

No entanto, ao fazerem uma busca pelo local, os policiais encontraram sob a cama do cabo PM uma corda já preparada com um laço para enforcamento. "Até o momento, estamos tratando o caso como disparo acidental de arma de fogo, mas o fato dos policiais terem encontrado a corda é um agravante, já que ela não deveria estar naquele local, não faz parte daquele ambiente", destacou o tenente.

O oficial informou ainda que aguarda o retorno do delegado, que estaria em diligência por conta de um homicídio ocorrido no município, para buscar informações sobre acusações de crimes cometidos pelo cabo PM e registrados recentemente na delegacia. O tenente Roy Benet Rodrigues de Souza é comandante da Segunda Companhia Militar de São Félix do Araguaia e foi enviado ao local a pedido do coronel Wilson Batista.

>>Leia também:

Ten. Cel. Araújo fala sobre o estado de saúde do PM que tentou suicídio

PM suspeito de estupro atira na própria cabeça em Porto Alegre do Norte

 

espalhe!

Veja também

© Copyright 2000-2013 - Rádio Comunitária Eldorado FM 87,9