19/03/2013 13h10 - Atualizado em 20/03/2013 08h27

Equipes do INDEA chegam a Vila Rica para realizar vacinação compulsória de aftosa

Segundo informações, as equipes vão permanecer de cinco a dez dias no cumprimento das atividades até que sejam vacinados todos os animais dessas propriedades notificadas.
Eldorado.fm
Vila Rica-MT
Estão desde ontem (18) na região de Vila Rica e Confresa 10 equipes de técnicos do INDEA. (Foto: Rafael Trindade)

Estão desde ontem (18) na região de Vila Rica e Confresa 10 equipes de técnicos do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso - INDEA-MT, vindos de Cuiabá e outros municípios da região sul do estado para realizar vacinação compulsória de aftosa em aproximadamente 10 propriedades que comunicaram vacina com notas fiscais frias na etapa de novembro de 2012.

Segundo informações, as equipes vão permanecer de cinco a dez dias no cumprimento das atividades até que sejam vacinados todos os animais dessas propriedades notificadas. Depois será aplicada multa de acordo com o numero de animais vacinados, no valor de duas UPFs por animal.

Os servidores do Orgão disseram não poder dar entrevistas porque as investigações ainda continuam sendo feitas de forma sigilosa para não atrapalhar o andamento dos trabalhos.

A grande preocupação dos técnicos é que em algumas dessas propriedades o número de animais passa de mil cabeças, que pode estar colocando todo o rebanho do Estado vulnerável a entrada da doença. “A aftosa não acontece em Mato Grosso desde 1996, portanto seriam mais de quinze anos de trabalhos e dinheiro jogados fora” disse uma fonte.

As perguntas que se faz são: De onde vieram essas notas fiscais frias?; Quem distribuiu essas notas?; Os rebanhos dessas propriedades notificadas teriam sido vacinados em novembro?: porque pessoas tão esclarecidas e influentes politicamente na sociedade, como foi noticiado pelo Olhar Direto, estariam cometendo tais atos?

A doença
A febre aftosa é uma enfermidade viral, muito contagiosa, de evolução aguda, que afeta naturalmente os animais biungulados domésticos e selvagens: bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos e suínos. Entre as espécies não biunguladas, foi demonstrada a susceptibilidade de elefantes e capivaras. É considerada como zoonose, porém com raros casos em humanos e em situações muito especiais. Caracteriza-se por febre e formação de vesículas na cavidade bucal e espaços interdigitai.

espalhe!

Veja também

© Copyright 2000-2013 - Rádio Comunitária Eldorado FM 87,9